metodologia

Estimando regressões logísticas no R (com razão de chance)

Uma das coisas que dá dor de cabeça a usuários do Stata que migram para o R é a estimação de modelos estatísticos. Como o Stata já oferece, de forma simples, diversos modelos e opções para alterar as suas especificações, a migração para o R pode ser frustrante neste aspecto: muitas coisas simples no Stata, como incluir erros-padrão robustos ou efeitos fixos, geralmente demandam mais linhas de código (e chamada a vários pacotes) no R.